Por que investir no comportamento é importante para o seu negócio

comportamento pode ser definido como a forma de reagir a estímulos diversos. Assim, cada ser humano possui uma maneira diferente de proceder e de se comportar diante de alguma situação. O comportamento é, então, um fator que precisa ser sempre considerado e estudado por gestores de pessoas.

Em uma empresa, conhecer bem o comportamento dos colaboradores é uma das formas mais eficientes de gerir pessoas e alcançar resultados satisfatórios. Para entender essa relação, basta pensar o seguinte: quando você conhece o comportamento de um colaborador pode enxergar por antecipação como ele, enquanto peça parte todo que é a empresa, reage aos resultados que você impôs.

Ao iniciar um processo de gestão por comportamentos em uma organização, o profissional de RH passa a ter em suas mãos o segredo para a execução adequada de quase todos os outros processos da empresa, visto que as pessoas são as principais forças de um negócio.

Recrutamento e Seleção

Contratar um novo profissional já é um desafio ainda que você o conheça, imagine então quando a única referência que você tem dele é o currículo ou uma entrevista? Ainda que você tenha em mãos uma forma de comprovar as suas habilidades técnicas (conhecidas como hard skills), as características comportamentais dos colaboradores são diferenciais importantes no momento de recrutar.

Contratações que não levam em conta o comportamento do colaborador geram custos desnecessários para a empresa e diminuem o mérito do RH. Por isso, é importante determinar um processo seletivo baseado em mapeamento comportamental, visando a assertividade e redução de custos.

Cultura Organizacional

Trabalhar o Perfil Comportamental é uma importante ferramenta para que a empresa consiga identificar as forças e as fraquezas das pessoas, o que permite ao gestor empenhar-se em pontos como: motivação dos colaboradores, gestão de conflitos, estruturação e desenvolvimento de equipes, entre outros, de acordo com a cultura organizacional.

Uma ação de alinhamento entre a cultura da empresa e dos perfis dos colaboradores, por exemplo, tem como consequência a formação de equipes que atingem mais facilmente a alta performance, produzem mais e com mais qualidade.

Rotatividade

Ainda que existam muitos motivos para o aumento da rotatividade em uma empresa, é preciso lembrar que o comportamento “inadequado” é um dos principais motivos para a demissão de colaboradores na maioria das organizações. Porém, as demissões causadas pelo comportamento acarretam em problemas como:

  • Diminuição da receita (devido ao aumento dos custos)
  • Desmotivação de equipes
  • Desvalorização do RH

Estrategicamente, a principal medida de prevenção a ser tomada continua sendo um processo seletivo bem estruturado, a partir do mapeamento comportamental de candidatos, visto que pessoas mais confortáveis nas suas atividades tendem a render mais e são mais fiéis às empresas.

No entanto, ainda que investir em comportamento seja vantajoso para a empresa por inúmeros motivos (entre eles, o financeiro), é importante ressaltar que trabalhar o perfil comportamental também é bom para o colaborador. Ao enxergar de forma clara as suas competências, tendências, pontos fortes e fracos, ele é capaz de desenvolver e adaptar o seu perfil às próprias necessidades e as da empresa de forma mais natural, sem sofrer tanto.